09/02/2017

entendendo componentes dermocosméticos: esfoliantes AHA e BHA



Oi!

Uma coisa que me deixa puta da vida desgraçada da cabeça é ler resenha de cosmético pela internet a fora e o foco do texto ser na embalagem, no que a empresa promete que o produto faça, e na performance do produto a partir de apenas alguns usos superficiais.

Acho isso mais grave ainda quando se trata de cosméticos que propõem alguma forma de tratamento dermatológico (seja algo pra cuidar de acne, da pele ressecada ou que tenha algum fator de proteção solar), visto que o sucesso deles depende inteiramente do quão bem você se dá com alguns componentes chave – sem contar que a pele demora algumas semanas de uso para assimilar qualquer tratamento novo em todas as camadas da derme.

Acredito que entendendo como esses componentes operam, é possível ter uma boa noção se tal cosmético vai ser bom pra sua pele apenas lendo lista de ingredientes – e não se deixando enganar por campanha publicitária que só quer que você desperdice todo seu dinheiro em lixo. Mas de qualquer forma, minha recomendação nº1 é procurar o seu dermatologista antes de sair passando qualquer coisa que vê pela frente na cara – mas se você não puder ir ao dermatologista, tudo bem, tô aqui pra te ajudar a não comprar merda bem embalda ;)

Vou começar essa série de artigos falando de dois ácidos que aparecem em quase todos os tratamentos de acne/oleosidade a venda nos mercados e nas farmácias (que não precisam de receita médica): o AHA e o BHA.

Te garanto que se você tem algum produto destinado a "pele oleosa" ou "pele acneica" (sabonete, tônico, creme de tratamento, aqueles cremes secativos pra espinha, e até em algumas bases/corretivos de maquiagem) eles estarão presentes na sua fórmula. Provavelmente você já usa algum AHA/BHA.

Além disso, eles são componentes cuja sintetização é super barata, e por isso são usados tanto em produtos feitos no Brasil – que tendem a custar menos que os importados, quanto nos tratamentos estrangeiros. E em geral, conhecendo bem os componentes químicos básicos dos dermocosméticos, dá pra organizar uma rotina de cuidados gastando muito pouco.

Tanto o AHA quanto o BHA são esfoliantes químicos – e por sinal, o único tipo de exfoliante que deveria ser usado. Aqueles esfoliantes "clássicos" (chamados de exfoliantes físicos) que tem varias bolinhas que aparentemente alisam a textura da pele não vão fazer te fazer nada de bom. Essas bolinhas que dão a ilusão da pele estar mais uniforme são partículas cristalinas (ou seja, que tem lados cortantes) e apesar deles promoverem uma sensação imediata de limpeza profunda, na verdade eles estão machucando a sua pele e a deixando mais vulnerável pros danos solares.

Essa esfoliação manual (seja com cosméticos que contém essas partículas exfoliantes físicas ou com exfoliantes caseiros, tipo aqueles que tem base açúcar ou bicarbonato de sódio) também pode romper qualquer acne ativa que você tenha, e com isso acabar espalhando bactérias pelo seu rosto e gerando mais espinhas/cravos.

Por outro lado, os esfoliantes químicos (AHA e BHA) conseguem agir em todas as camadas da pele e, com certo tempo de uso, auxiliam a derme a se balancear e produzir seus óleos naturais em quantidades saudáveis (e sem te fuder ou te deixar com a cara toda ralada).

Recapitulando antes de entrar mais a fundo:

  • Esfoliantes químicos (AHA e BHA): Tratamentos seguros. Não são fisicamente abrasivos e agem em várias camadas da pele para efeitos benéficos, duradouros e a longo prazo. 
  • Esfoliantes físicos/manuais (dermocosméticos com pequenas partículas/bolinhas, tratamentos caseiros com açúcar, bicarbonato de sódio): Ruim, horror horrível. Dá a ilusão de maciez e limpeza, mas na realidade estão abrindo vários machucados na sua pele e espalhando a sujeira que estava dentro dela (e que suas células dariam conta de tratar sem que você lixasse o rosto).
IMPORTANTE: Todo tratamento com esfoliante, seja químico ou físico, deve ser acompanhado pelo uso de protetor com FPS de no mínimo 30. É sério. Mesmo que você more na Sibéria e veja o Sol poucas horas por dia – ou que os níveis de UV na sua cidade não sejam muito altos, não é só o UV que danifica a sua pele (em breve faço um post falando só de proteção solar).


AHA (ácido lático, ácido glicólico, ácido mandélico)

Taaaaake oooon meeeee. Take on me! Taaaaaake meeeee ooooon.

AHA é uma sigla em inglês pra Alpha Hydroxy Acid, que é um esfoliante químico hidrofílico (ou seja, solúvel em água) e que está presente nos ácidos lático, glicólico e mandélico. Ele ajuda a uniformizar a hiper-pigmentacão da pele, desaparecer com manchas de acne e a suavizar a textura da derme, podendo inclusive tratar de rugas leves. O AHA é melhor se formulado com um pH < 4 e age principalmente nas camadas mais externas da pele.

O Ácido Lático (as vezes referido como LA, da sigla em inglês lactic acid) é o mais suave de todas as formas possíveis do AHA e também ajuda a manter a pele hidratada. O Ácido Glicólico é o mais usado pela industria dermocosmética por ser o mais barato de ser produzido.

BHA (ácido salicílico)


BHA (sigla para Beta Hydroxy Acid) é um esfoliante químico solúvel lipofílico (solúvel em lipídios) que tem propriedades anti-inflamatórias e que também ajuda na foto-proteção* (contra danos solares) e está presente no ácido salicílico. Melhor se formulado com um pH < 4, idealmente proximo de 3 e age principalmente nas camadas mais profundas da pele.

*O uso de BHA/ácido salicílico não substitui o uso de um protetor solar, e apesar de ter propriedades que estimulam a pele a lidar bem com os raios solares, seu uso deve ser acompanhado com um FPS de no mínimo 30.

Como usá-los?


Como já disse, eles podem fazer parte dos componentes de sabonetes, tônicos, cremes, loção em gel, e até mesmo em algumas maquiagens. A forma mais eficiente é através de produtos que, de fato, fiquem na pele (como cremes/loções/tônicos), mas se sua pele for sensível, pode ser que usar um sabonete com AHA/BHA seja uma boa forma de começar, já que eles dessa forma ficam em contato direto com a derme só por alguns minutos.

Recomendo que de início, eles sejam usados com uma frequência menor, a ser aumentada com o tempo. De princípio, em dias alternados (ou até apenas 3x por semana se sua pele for muito sensível), até chegar o ponto de serem usados todo dia. Não comece um tratamento com esses ácidos usando direto 2x por dia, já que isso pode acabar provocando alguma irritação ou ressecamento. Também é melhor que sejam usados a noite e com a pele limpa.

É importante ressaltar que eles não dão resultado imediatamente e que, por serem esfoliantes, nas primeiras semanas de uso, trazem "a tona" algumas espinhas que estavam nas camadas mais profundas da pele, já que aceleram a renovação da derme. Isso é normal, e com o uso contínuo (cerca de 3-4 semanas), essas espinhas completam seu ciclo e sua pele "nova" vai aparecer com menos inflamações e com os poros mais limpos.


Qual usar?


O AHA é indicado para:
  • Prevenir e cicatrizar a acne (de leve -> moderada)
  • "Esvaziar" de cravos (poros obstruídos no geral)
  • Corrigir de textura irregular (e também rugas leves e "primeiros sinais")
  • Corrigir de manchas escuras (aparentemente não tem muito efeito em manchas brancas)

O BHA é indicado para: 
  • Prevenir e cicatrizar a acne (de leve -> moderada)
  • Prevenir poros obstruídos 
  • Reduzir do tamanho aparente dos poros
  • Tratar pequenos pelos encravados (principalmente no rosto, como na sobrancelha)
  • Tratar a keratosis folicular (pequenas bolinhas que parecem espinhas)

Dá pra fazer a analogia de que o AHA trata de "fora pra dentro" e que o BHA trata de "dentro pra fora". 

Os dois podem ser usados simultaneamente e, pessoalmente, hoje em dia uso os dois. 

É importante fazer o teste de alergia antes de iniciar o uso de AHA/BHA, e introduzi-los na sua rotina aos poucos. 

Como identificá-los?


O BHA geralmente aparece como "ácido salicílico" ou "salicylic acid".
O AHA geralmente aparece como "ácido lático"/"lactic acid",  "ácido glicólico"/"glycolic acid", "ácido mandélico"/"mandelic acid". 

Alguns exemplos: 


Um tônico facial com 2 AHAs (glycolic acid e lactic acid) e BHA (salicylic acid)

 
Um gel de limpeza com BHA (salicylic acid)

Fontes:


"AHAs" (Skinacea, em inglês)
"BHAs" (Skinacea, em inglês)
Diversos posts do reddit Skincare Addiction (em inglês)